O século XXI viu o advento da nova economia, graças à inovação e desenvolvimento da tecnologia. Para entender a nova economia, é importante entender em breves características e características da velha economia.

A revolução industrial foi o ponto de partida da velha economia, com foco na produção de grandes quantidades de produtos padronizados. Esse produto em massa foi importante para redução de custos e satisfação de grande base de consumidores, à medida que a produção aumentou as empresas expandidas para novos mercados nas áreas geográficas. A velha economia tinha a hierarquia organizacional, na qual a alta administração dava instruções que eram executadas pelo gerente intermediário sobre os trabalhadores.

Em contraste, a nova economia viu o poder de compra em todos os tempos, graças à revolução digital. Os consumidores têm acesso a informações de todos os tipos de produtos e serviços. Além disso, a padronização foi substituída por mais personalização, com um aumento dramático em termos de oferta de produtos. A experiência de compra também mudou com a introdução da compra on-line, que pode ser feita 24 horas por dia, 7 dias por semana, com produtos sendo entregues no escritório ou em casa.

As empresas também aproveitaram as informações disponíveis e estão projetando programas de marketing mais eficientes para os consumidores e também para o canal de distribuição. A revolução digital aumentou a velocidade da comunicação móvel, SMS por e-mail etc. Isso ajuda as empresas a tomar decisões mais rápidas e implementar estratégias mais rapidamente.

Marketing é arte de desenvolver, anunciar e distribuir bens e serviços ao consumidor, bem como aos negócios. No entanto, o marketing não se limita apenas a bens e serviços, é estendido a tudo, de lugares a idéias e no meio. Isso traz muitos desafios dentro dos quais o pessoal de marketing precisa tomar decisões estratégicas. E a resposta a esses desafios depende do mercado em que a empresa está atendendo, pois as decisões do mercado de consumo são em relação ao produto, embalagem e canal de distribuição.

Para o mercado comercial, o conhecimento e a conscientização do produto são muito essenciais para o pessoal de marketing, pois as empresas procuram manter ou estabelecer uma credencial em seu respectivo mercado. Para o mercado global, o pessoal de marketing deve considerar não apenas a diversidade cultural, mas também ter cuidado com as leis comerciais internacionais, acordos comerciais e requisitos regulatórios do mercado individual. Para organizações sem fins lucrativos com orçamentos limitados, a importância está relacionada ao preço dos produtos; portanto, as empresas precisam projetar e vender produtos de acordo.

A filosofia de marketing empregada por qualquer empresa deve ser uma mistura de interesse da organização, interesse do consumidor e interesse social. Na filosofia de produção, as empresas se concentram em números, alta contagem de produção, o que reduz o custo por unidade e a distribuição em massa. Esse tipo de conceito geralmente faz sentido em um mercado em desenvolvimento, onde existe a necessidade de produtos em grande número.

A filosofia do produto fala sobre consumidores dispostos a pagar um prêmio extra por alta qualidade e desempenho confiável, para que as empresas se concentrem na produção de produtos bem feitos.

O conceito de venda acredita em pressionar os consumidores a comprarem produtos que, em circunstâncias normais, seriam resistentes. O conceito de marketing acredita na satisfação do consumidor, desenvolvendo e vendendo produtos, mantendo o foco apenas nas necessidades e desejos do cliente.

A filosofia do cliente acredita na criação de produtos customizados, onde em produtos é o design, olhando para as transações históricas dos consumidores.

A última filosofia é o conceito social que acredita no desenvolvimento de produtos, que não apenas geram satisfação do consumidor, mas também levam em consideração o bem-estar da sociedade ou do meio ambiente.

A revolução digital e o século XXI fizeram as empresas ajustarem a maneira como conduzem seus negócios. Uma tendência importante observada é a necessidade de processos e sistemas de revestimento de fluxo, com foco na redução de custos por meio da terceirização. Outra tendência observada nas empresas é o incentivo ao estilo empreendedor do ambiente de trabalho com abordagem glocal (global-local). Ao mesmo tempo, os profissionais de marketing das empresas esperam construir relacionamentos de longo prazo com os consumidores. Esse relacionamento estabelece uma plataforma que compreende as necessidades e preferências do consumidor. Os profissionais de marketing estão vendo os canais de distribuição como parceiros nos negócios e não como clientes. Empresas e profissionais de marketing estão tomando decisões usando vários modelos simulados por computador.

Resumir o marketing do século XXI é um desafio, que é acompanhar o ritmo da mudança do tempo.